Sem título 1

Com o avanço dos processos industriais e o crescimento das tecnologias ligadas à informação e inteligência artificial, nasceu a tendência chamada de Quarta RevoluçãoIndústria 4.0: a Quarta Revolução Industrial.
Com o avanço dos processos industriais e o crescimento das tecnologias ligadas à informação e inteligência artificial, nasceu a tendência chamada de Quarta Revolução Industrial ou Indústria 4.0.
A primeira Revolução Industrial, aquela estudada nos livros de história aconteceu quando máquinas movidas a vapor começaram a ser usadas nas linhas de produção. Com o uso da eletricidade, a indústria foi revolucionada novamente e os ganhos em escala nas linhas de produção exponenciais mudaram para sempre a forma de produzir. Mais tarde, cerca de 100 anos depois, veio a Terceira Revolução Industrial, o momento em que os computadores e robôs começaram a ser usados para a manufatura.
Entre as 3 primeiras mudanças cerca de 100 anos se passavam entre cada uma. Com a velocidade cada vez maior da tecnologia, temos cerca de 50 anos separando a Terceira Revolução Industrial e a Indústria 4.0.

CARACTERÍSTICAS – A união de tecnologias como a inteligência artificial (AI) aliada a bancos de dados compõem o cenário que facilitou o surgimento da Indústria 4.0. Máquinas deixaram de serem apenas estações de manufatura para se tornarem sistemas que produzem, interpretam, fazem a previsão e entregam, tudo cada vez com mais autonomia e menor participação humana nos processos.
Com o surgimento da internet das coisas (IoT) a comunicação entre máquinas, sistemas, dispositivos e pessoas tornou a revolução atual uma realidade. A autonomia dos sistemas e o monitoramento geral de ações, oferece informações cada vez mais confiáveis, pleno emprego dos recursos e uma possibilidade de previsão da manutenção mais precisa.

BENEFÍCIOS – A chegada dessa nova corrente industrial e tecnológica tem agregado eficiência total ao processo produtivo. Até os estoques podem ser explorados de uma maneira mais dinâmica, eliminando a necessidade de grandes espaços ou quantidades maiores do que o necessário para uma produção 100% previsível.
Outro benefício importantíssimo é o aumento de segurança dos empregados. Com as linhas cada vez mais povoadas por sistemas e robôs, o papel humano fica muito mais ligado a tarefas gerenciais e de manutenção, reduzindo a incidência de acidentes de trabalho, por exemplo.
Do ponto de vista do marketing, a atividade comercial das empresas sofre um impacto muito positivo. Com o monitoramento da produção e informações do mercado, será possível alterar o ciclo de vida dos produtos e lançar novas soluções em menor tempo, o que aumentaria a competitividade das empresas que aderirem a essa tendência mais cedo.

OPORTUNIDADES – Um dos principais desafios que a Indústria 4.0 oferece é que, a partir de agora, todas as empresas precisam, invariavelmente, seguir essa evolução com o risco de que organizações que não entrarem nesse conceito, ficarão presas no passado e perderão eficiência.
A oportunidade para os profissionais que estiverem conectados a esse movimento está começando e toda vez que um assunto novo chega ao mercado, a procura por especialistas sempre aumenta.
Mais do que simplesmente uma revolução dos meios de produção, a Industria 4.0 vai chegar a aeroportos, portos e serviços que trabalhem com a tecnologia, é só uma questão de tempo.
O futuro já começou com esse movimento nas indústrias, agora só resta saber qual será a próxima revolução.